.

GORDA E DESCOMUNAL


ou com ou muito mofo

por Flávio Mello

Ela era gorda e descomunal.
Ela era gorda e descomunal, mas isso não lhe fazia se sentir mal... nem ligava pra dizer a verdade.
Ela ficava lá... olhando pro nada, calada, em si mesma fechada.
Ela era gorda e descomunal sim, mas e daí? Desde quando isso desmerece ou deprecia alguém, ela tem lá suas qualidades. Acredito eu!
Ela ficava lá... entre livros, entre linhas, entre prateleiras, entre capas, entre palavras.
Ela adorava ler.
Sua mãe sempre lhe dizia: Filha... isso vai acabar te matando.
Ela ironizava: Que é isso mãe... o que não mata engorda.
Ela era gorda e descomunal.
Vivia entre livros.
Vivia nas bibliotecas.
Com ou pouca luz...
Com ou pouco mofo...
Devorava palavras, frases, parágrafos, páginas, capítulos, livros inteiros.
Entre oração e oração cometia o pecado da gula.
Ela era assim...
Uma traça gorda e descomunal que um dia morreu entre Camões e Machado de Assis, pressionada com tanta erudição não suportou a pressão.


3 comentários to "GORDA E DESCOMUNAL"

Postar um comentário

Lembre-se o que você lê aqui é real apenas no mundo da ficção.
Seja humano e trate a Arte com humanidade.



01/03/2017
Em Julho de 2017 No Congresso de Ciências da Religião, promovido pela Puc, Flávio Mello lançará sua Dissertação de Mestrado em livro, o pré-lançamento se dará no decorrer do Congresso em Minas Gerais - BH, depois em outras cidades. Lançamento oficial em São Paulo. em breve maiores informações.

01/03/2017
Leve o Escritor, Palestrante e Professor Flávio Mello para sua cidade, Universidade, Escola ou Espaços Culturais - o autor tem em seu repertório inúmeras palestras e bate-papos sobre Educação, Literatura e Arte. saiba mais pelo blog

Para ler / ver

.

.

Web hosting for webmasters